NOTÍCIASPOLÍCIASALVADOR

Adolescente feita refém pelo namorado diz que não sabia que ele era traficante

Após quatro horas sob a mira de uma arma, uma adolescente de 16 anos foi liberada de um cárcere no bairro de Tancredo Neves, na manhã desta segunda-feira (17). Segundo a polícia, o homem liderava um bonde no bairro e ostentava armas. Os dois namoravam há pouco tempo.

Ainda abalada, ela falou pouco com a reportagem do CORREIO e confirmou que tinha uma relação com o suspeito. “A gente saía há dois meses, mas eu não sabia que ele tinha envolvimento com o crime”, afirmou a jovem enquanto caminhava para casa.

Débora contou como foram os momentos de desespero antes que a filha fosse liberada. Segundo ela, a vítima ligou para a avó em desespero afirmando que estava correndo risco de vida. “Ela ligou para minha mãe pedindo socorro e dizendo que ia morrer. Eu subi e aí ela me ligou novamente. ‘Eu vou morrer, vou morrer’. Toda hora ela repetia isso pra mim no telefone. Isso era umas 3h30 da manhã mais ou menos, o medo de perder minha filha foi muito grande”, lembrou.

Cárcere
A adolescente feita de refém na Rua Carla, no bairro de Tancredo Neves. Ela foi liberada pelo traficante que a ameaçava dentro de uma residência desde o início da manhã após negociações agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) informou que o suspeito foi cercado na Rua Carla, por volta das 3h, quando estava saindo da residência com armamento em punho. As guarnições estavam circulando por conta da operação de intensificação que a polícia realiza no local desde a semana passada.

“Nessa madrugada, guarnições da Rondesp foram recebidas com tiros e entraram em confronto. Um indivíduo foi preso antes, mas houve essa crise [adolescente feita de refém] que precisamos gerir e negociar”, fala o Major Luciano Jorge, comandante da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

“Ele voltou para dentro de casa quando foi avistado pelos agentes e fez a menina de refém. Segundo informações de populares, ela era uma namorada dele. Na conversa, deu para perceber que o suspeito estava sob efeito de drogas, muito nervoso”, completou Luciano Jorge.

Após liberar a jovem, o suspeito se entregou a polícia e foi conduzido para a Central de Flagrantes. Com ele, de acordo com a Polícia Militar da Bahia (PM-BA), estavam uma pistola 9mm, uma metralhadora, um caracol e munição. Todo armamento foi apreendido e levado junto ao suspeito.

O suspeito será interrogado e a vítima também vai passar por oitiva para que a polícia entenda melhor toda a situação.

Correio/BA, 17/04/2023
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dezenove =

Botão Voltar ao topo