BAHIANOTÍCIASPOLÍTICA

Aumento salarial para prefeito e vice é aprovado em Serra Preta, uma das cidades mais pobres da Bahia

A Câmara de Vereadores do município de Serra Preta, a 155 km de Salvador, aprovou que o prefeito e o vice-prefeito da cidade tenham os seus salários aumentados em 2021 e 2022. O próximo representante da cidade, Franklin Leite (DEM), passa a receber, no primeiro ano, R$ 20 mil, 25% a mais do que o atual prefeito, que recebe R$ 15 mil mensais, e no próximo, R$ 25 mil, o que corresponde a 50% de aumento. Já o vice, Adeil Figueiredo (PP) deve receber R$ 7.500 e receber um aumento de quase 70% em 2022, chegando a R$ 12.500.

Essa decisão, tomada dia 20 de novembro, acontece em uma cidade onde 65% dos 16 mil habitantes se encontram em uma situação de pobreza ou extrema pobreza e 90% das pessoas aptas para trabalhar estão desempregadas. Serra Preta é uma cidade do semiárido baiano, uma das regiões mais pobres do Brasil. O Índice de Desenvolvimento Humano do lugar é de 0,566, indicador considerado baixo (quanto mais próximo de 1, melhor).

Segundo um dos vereadores que votou contra o projeto, Sergio Pereira (PT), o aumento salarial dos próximos representantes do município é, além de “antiético e imoral”, “inconstitucional” porque há uma lei municipal, a 173, que veta qualquer tipo de aumento pessoal durante a pandemia do coronavírus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Metro1, 16/12/2020

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Botão Voltar ao topo