BAHIAESPORTENOTÍCIAS

Bahia conclui venda para o Grupo City e CEO projeta sucesso do clube

Bahia e Grupo City concederam, na manhã desta quinta-feira, 4, uma conferência de imprensa internacional para oficializar a entrada da equipe baiana no conglomerado de 13 clubes. Participaram da coletiva o CEO do Grupo City Ferran Soriano, o presidente Guilherme Bellintani, o diretor de futebol Carlos Santoro, e o novo CEO do Bahia Raul Aguirre.

Ao apresentar Raul, Soriano explicou que a função dele será integrar o Bahia ao ecossistema do grupo, mais precisamente na parte de negócios.

“Raul é um profissional com mais de 30 anos no Brasil. Ele será o responsável por adequar o Bahia ao Grupo City. A gente precisa conectar o Bahia com o sistema na parte de software, de futebol, de patrocinadores”, disse o CEO do City Football Group.

– Relação do Bahia com a sociedade;
– Jogo bonito;
– Finança sustentável.

“A gente entende muito bem que o Bahia é parte do tecido social de Salvador e da Bahia. Entendemos a responsabilidade que nós temos.  Temos ideias e temos como aprofundar ainda mais esse relacionamento que está no fundo do coração. Nós temos uma filosofia de como jogar futebol que chamamos de jogo bonito. O amor pela bola. Eu acho que no futebol, como na vida, tem duas atitudes básicas.

Uma atitude proativa e uma atitude defensiva. Nossa atitude é a primeira. Na base, a ideia será sempre futebol espetáculo. O clube tem que ser financeiramente sustentável, não adianta perder dinheiro. O clube tem que gerar receita para ser financeiramente auto suficiente”, afirmou o espanhol.

Ferran fez questão de deixar claro que o Bahia será o segundo maior time do grupo, abaixo apenas do Manchester City, da Inglaterra. Apesar disso, ele entende que o processo não será fácil e que a torcida precisa ter paciência com as dificuldades que o clube irá passar.

Eu sei que toda torcida grande cobra, mas eu aprendi que a torcida do Bahia ama o Bahia. E sei que nos momentos de dificuldades vamos estar juntos. É trabalhar, ficar juntos e aguardar que o resultado vai chegar”, concluiu o dirigente.

Ao passar o bastão, Guilherme Bellintani declarou ser o dia mais importante da vida dele e pediu para o Grupo City cuidar dos torcedores do Bahia.

“Certamente um dos momentos mais importantes da minha vida. O que a gente tem aqui hoje é a demonstração mais clara de que a caminhada valeu a pena. Estamos hoje ao lado do maior grupo de futebol do mundo, que chegou a posição de maior grupo pelo fato de ser o melhor grupo. Quando a gente tem 98,6% de aprovação dos torcedores, é porque nós acreditamos muito nesse projeto.

Nós estamos dizendo a partir de hoje que vamos juntos com o Grupo City nesse projeto. A razão de tudo isso é o nosso torcedor. Portanto o nosso momento é de agradecer, mas é também de dizer: ‘cuidem de nós. Cuidem de cada torcedor e cada torcedora que tem uma segunda-feira boa ou ruim de acordo com o jogo do Bahia’. O que nós fizemos aqui não é apenas um bom negócio para o clube, é um bom negócio para pessoas dessa cidade”, disse Bellintani.

Relembre

 

 

 

 

 

 

Atarde, 04/05/2023

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 7 =

Botão Voltar ao topo