BRASILDESTAQUEPOLÍTICA

Bolsonaro corta R$ 240 milhões da verba para meio ambiente um dia após promessa na Cúpula do Clima

Após afirmar que iria duplicar os recursos referentes as ações de fiscalização do meio ambiente, durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima, nesta quinta-feira, 22, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), cortou recursos destinados ao setor nesta sexta, 23.

Com a sanção no Orçamento de 2021, cerca de R$ 240 milhões foram cortados da pasta. Segundo informações iniciais, a expectativa após o encontro liderado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, era de que o aumento de recursos do setor girasse em torno de R$ 115 milhões.

Encarando uma previsão orçamentário no limite do teto de gastos, a duplicação prometida por Bolsonaro, sequer apareceu no orçamento divulgado e só será possível em caso de cortes em outros setores do governo.

Sem informar um valor exato, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, falou sobre a duplicação durante a cúpula desta quinta-feira. “O que houver de disponibilidade o presidente vai dobrar o recurso. É importante porque dá sustentação ao pagamento às equipes da Força Nacional (que podem aumentar substancialmente) e porque se somam ao que já têm de equipes e logística de Ibama, ICMBio e Polícia Federal”, disse Sales.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Atarde, 23/04/2021

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + seis =

Botão Voltar ao topo