JUSTIÇANOTÍCIAS

Gerente de posto de combustível é condenado pelo TJ-MG por estuprar e abusar de funcionárias

A Justiça condenou o gerente de um posto de gasolina em São João Del-Rei, que fica no Campo das Vertentes, a nove anos de reclusão em regime fechado pelo crime de estupro. Ele tirava proveito do cargo para abusar de funcionárias do local onde trabalhava.

Ele ainda vai responder por um ano, dois meses e 12 dias de detenção no regime semiaberto por ocorrências de assédio sexual. As informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) nesta terça-feira.

Uma frentista apresentou queixa contra o gerente do posto, acusando-o de estupro. Em 23 de setembro de 2018, ela conta que foi atraída por ele até um local isolado nas dependências da empresa. Na ocasião, puxando seus cabelos com força, ele praticou contra a vítima ato diverso da conjunção carnal.

A vítima conta que, depois do relato dela, várias outras funcionárias do local relataram ter sido abusadas pelo gerente, afirmando que o medo de serem dispensadas do emprego as impedia de relatar os abusos.

As mulheres também temiam outras retaliações, devido ao relacionamento dele com pessoas de alta periculosidade e seu envolvimento com drogas.

A denúncia

A denúncia do Ministério Público contra o profissional, por estupro, foi recebida em 12 de dezembro de 2018. Pela sentença de primeira instancia, o gerente foi condenado a nove anos e oito meses em regime fechado.

O réu contestou a decisão, pedindo a absolvição, pela desclassificação do crime de estupro para importunação sexual ou para a modalidade tentada e não consumada. Ele afirmou, ainda, que a pena havia sido excessiva.

O desembargador do caso rejeitou o argumento. Segundo o magistrado, ficou claro, no inquérito e nos autos, o comportamento agressivo e inapropriado do gerente, que dominou a vítima para praticar atos libidinosos sem o consentimento dela e cometeu atos semelhantes com outras colegas de trabalho.

 

Fonte: Estado de Minas, (28/07/2020).

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Botão Voltar ao topo