BRASILDESTAQUEJUSTIÇA

Homem é condenado a 1.080 anos de prisão por estuprar enteada 90 vezes

Um julgamento histórico em Santa Catarina resultou na condenação de 1.080 anos de prisão, em regime inicial fechado, para o homem considerado culpado de estuprar a enteada em 90 ocasiões distintas. Os atos aconteceram entre os anos 2019 e 2023.

Na época em que o crime foi descoberto, a vítima tinha apenas 8 anos e ficava sozinha com o réu em sua casa. Ele foi preso em flagrante ao ser surpreendido pela mãe da criança. O homem estava saindo despido do closet quando a mulher chegou no imóvel. A menina foi encontrada sob uma prateleira, enrolada em roupas que não eram suas.

Segundo o juiz, a sentença histórica se deu porque todas as ações foram cometidas de modos diferentes e com absoluta consciência.

“O réu, mediante mais de uma ação, praticou condutas infracionais distintas, inexistindo entre elas qualquer liame ou conexão apta a caracterizar ser uma a continuidade da outra, mas ao contrário, pois verdadeiramente independentes, satisfazendo a lascívia em uma conduta, e reiniciando outra na conduta seguinte a partir de uma nova intenção sexual-libidinosa”.

O caso aconteceu no norte do estado e tramita em segredo, por isso, detalhes, como o nome do condenado e a cidade onde o crime foi cometido não foram informados. O réu já foi preso e sem direito a recorrer em liberdade.

 

 

 

 

 

 

Atarde, 11/05/2023

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 2 =

Botão Voltar ao topo