BRASILJUSTIÇANOTÍCIAS

Jair Bolsonaro nega a Luiz Fux que queira decretar estado de sítio no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou que pretenda decretar estado de sítio em conversa privada nesta sexta-feira (19), por telefone, com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, a ligação telefônica partiu de Fux, para esclarecer a posição do chefe do Executivo sobre o tema. O presidente da República afirmou que “chegará o momento” de o governo federal tomar “medidas duras”.

Estado de sítio é quando o presidente da República toma à frente do Legislativo e Judiciário, assumindo todo o poder do país.

Na conversa com Fux, Bolsonaro comentou sobre a ação apresentada ao STF contra decretos estaduais dos governos da Bahia, Distrito Federal e Rio Grande do Sul, que restringiram a circulação de pessoas para conter o avanço da pandemia da covid-19.

Fux e Bolsonaro devem se encontrar pessoalmente na próxima terça-feira (23), para tratar do enfrentamento da pandemia.

“Eu espero que essa minha ação no Supremo Tribunal Federal, no dia de ontem… Porque os decretos falam em, simplesmente, em toque de recolher. O que é toque de recolher? Isso só em países ditatoriais. Estão aqui aplicando a legislação de estado de sítio, prevista na Constituição, que… Não basta eu decretar estado de sítio. O Congresso tem que validar embaixo. E governadores e prefeitos humilhando a população. Dizendo que está defendendo a vida”, disse Bolsonaro mais cedo, em conversa com apoiadores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: BNews, 19/03/2021

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − seis =

Botão Voltar ao topo