BRASILNOTÍCIASPOLÍTICA

Líder de caminhoneiros se arrepende de apoio a Bolsonaro e pede ‘união’ contra o governo

Fomos traídos pelo governo. O político tem que ter palavra com a categoria, e não tiveram”, diz Wallace Landim, conhecido como Chorão, hoje presidente da Associação Brasileira de Veículos Automotores (Abrava), que reúne 30 mil profissionais em todo o País.

O motivo da insatisfação é a aprovação do BR do Mar, projeto que regulariza a cabotagem no Brasil. Para líderes dos caminhoneiros, a medida prejudica o transporte rodoviário de longa distância, já que libera o uso de navios estrangeiros na navegação de cabotagem sem a obrigação de contratar a construção de embarcações em estaleiros brasileiros

O descontentamento abre questões sobre os riscos de uma nova greve da categoria. Em pronunciamento aos caminhoneiros na terça-feira, 8, ele conclama a categoria a ‘se unir’ contra o governo. “Se não nos mostrarmos pro governo que estamos unidos, vocês vão ficar sem trabalho..

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Atarde, 10/12/2020

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 14 =

Botão Voltar ao topo