ACIDENTEBRASILDESTAQUE

Mãe se joga em cima de pit bull para tentar salvar filho de 10 anos

A mãe do garoto de 10 anos que foi atacado por um pit bull em Nova Odessa (SP) contou à EPTV, afiliada da TV Globo, que se jogou em cima do cachorro na tentativa de salvar o filho do ataque. Apesar da tentativa, a criança sofreu mordidas no rosto e teve a orelha decepada, mas não corre riscos de vida.

O caso aconteceu na sexta-feira (5). Nesta segunda (8), a prefeitura informou que o cão morreu devido aos ferimentos sofridos no momento em que pessoas tentavam separá-lo do menino. Já a vítima segue internada no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, em Campinas (SP).

“Ele [pit bull] derrubou meu filho no chão pela canela. Quando meu filho caiu no chão, ele soltou onde ele estava [mordendo] para derrubar e foi para o rosto do meu filho. Quando ele foi para chegar perto do rosto, consegui puxar o cachorro para o meu peito. Falei: ‘a única maneira de esse cachorro sair é eu me jogando para o meu peso parar ele’. Me joguei em cima do cachorro”, disse a mãe.

Segundo a mulher, depois disso, um outro filho dela segurou a cabeça do cachorro, mas, como o animal insistiu no ataque, foi necessário feri-lo.

Orelha reconstituída

A mãe conta que, após conseguir entrar em casa, viu o rosto do filho ensanguentado e percebeu que a cartilagem da orelha havia sido totalmente arrancada.

“Só pensei em pegá-lo e levar para o hospital. Ele foi o tempo todo no carro falando: ‘mãe, não chore, eu estou bem, não estou sentindo nada’. Falei para ele: ‘filho, Deus vai te guardar, esse milagre a gente vai contar, e todo mundo vai ficar sabendo o que Deus fez por você’.”

No hospital, os médicos perguntaram sobre a orelha, que foi levada depois pelos vizinhos do menino.

A criança foi transferida ao HC da Unicamp, onde passou por cirurgia para reconstituição da cartilagem. De acordo com a mãe, a cirurgia, que durou quatro horas, foi um sucesso.

“Fez a reconstituição, e a orelha dele ficou perfeita. Quando foi para o centro cirúrgico, o médico falou: ‘mãe, seu filho teve sorte, porque é muito difícil uma criança sair viva'”, destacou.

Investigação

O boletim de ocorrência aponta que o ataque aconteceu às 21h55 da sexta-feira, na Rua Cuiabá, Jardim São Jorge.

Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e no local, foram informados que o cachorro teria escapado da casa de seus tutores antes de atacar a vítima, que brincava em frente à sua casa.

A prefeitura da cidade informou que, após o ataque, o cachorro foi encontrado ferido em um quintal e recolhido pela Defesa Civil.

Ainda de acordo com a administração, os responsáveis serão autuados por permitir que o animal saísse à rua sem tutor, focinheira e guia.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse que o caso é investigado pela Delegacia de Nova Odessa e que o dono do cachorro foi ouvido.

“Outras diligências estão sendo tomadas com o objetivo de apurar os fatos”, complementou.

G1, 08/05/2023

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Botão Voltar ao topo