BRASILDESTAQUEPOLÍCIA

Pastor é preso suspeito por morte da esposa na cidade de Itajaí, em Santa Catarina

Nesta quinta-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu, na cidade de Itajaí, o esposo de uma mulher de 35 anos que foi encontrada morta no dia 9, no rio Itajaí-açu, com mais de 20 golpes de faca.

O suspeito é um pastor evangélico. Segundo os investigadores, ele teria planejado e coordenado o crime.

Ainda segundo as investigações, o ato em si teria sido cometido pela amante dele que, por sua vez, contou com a ajuda de seu genro.

Pastor Jota Souza – como é conhecido – e a sua amante queriam ficar com a casa e o patrimônio da vítima, identificada como Mariane Kelly.

A amante e o genro foram presos em Recife (PE), e os dois já confessaram a prática do crime durante interrogatório. O pastor nega as acusações.

O Crime

No dia 8 de abril, Mariane Kelly pegou uma carona ao sair do trabalho em uma cafeteria e desapareceu. O corpo da religiosa foi encontrado na cidade vizinha, em Navegantes, próximo às margens do rio, com as mãos amarradas. O carro usado para transportá-la foi encontrado na madrugada do dia 11.

De acordo com a polícia, a própria amante do pastor teria dado a carona. Ela era vizinha de Kelly.

O pastor Jota e a vítima estavam casados há 20 anos, e são pais de uma jovem de 17 anos. No entanto, o “religioso” mantinha um relacionamento extraconjugal com a vizinha há três anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Fuxico Gospel, 23/04/2021

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 2 =

Botão Voltar ao topo