NOTÍCIASPOLÍCIASALVADOR

Polícia apreende pistolas, drogas e granada durante operação em Tancredo Neves/Salvador

Equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e da CIPT Rondesp Central, empregadas na Operação Intensificação, apreenderam cinco pistolas, drogas, celulares, facas e outros armamentos na noite desta terça-feira (18), no bairro Tancredo Neves, em Salvador. Durante a ação, oito homens invadiram duas casas e fizeram moradores reféns, entre eles uma grávida.

A lista de objetos apreendidos contém também carregadores e munições de diferentes armas e calibres, uma granada, além 105 pedras de crack, 934 pinos de cocaína e uma sacola com aproximadamente 300g da droga, um tablete e 34 porções de maconha, e dinheiro em espécie.

Invasões 

Nessa terça, no quinto caso de cárcere privado em seis dias, duas pessoas, entre elas uma mulher grávida de oito meses, foram feitas reféns. Elas foram liberadas sem ferimentos após cerca de quatro horas de negociação entre policiais e criminosos.

Os militares realizavam patrulhamento nas localidades conhecidas como Aldeia e Corre Nu, quando se depararam com homens armados.  Após confronto, os bandidos correram em direções distintas, adentrando em grupos de quatro em duas residências. A ação violenta começou por volta das 18h e seguiu até as 22h, quando o segundo refém foi liberado.

Em uma das residências, por volta das 20h, os bandidos se entregaram e liberaram o morador. Os criminosos chegaram a fazer uma transmissão ao vivo nas redes sociais enquanto mantinham o jovem em cárcere com uma arma apontada para sua cabeça. Os criminosos estariam ameaçando os policiais com uma granada e chegaram a botar um botijão de gás na entrada da casa.

Na segunda residência, a liberação de uma mulher de 24 anos, gravida de oito meses, ocorreu após aproximadamente quatro horas de negociação. No total, oito criminosos foram presos.

Desde o dia 14 de abril, outras três ocorrências e invasão e cárcere foram registradas em Tancredo Neves. Relembre:

12/04 – Os bandidos fizeram uma família refém, na localidade da Semente, após os traficantes perceberam a presença policial durante a Operação Intensificação e invadirem a casa com quatro ocupantes, entre eles uma criança de 6 anos e uma idosa. Os reféns foram liberados e quatro criminosos acabaram presos por equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Rondesp Central. Com os sequestradores foram encontrados duas pistolas e celulares.

17/04 – Uma adolescente de 16 anos passou 4 horas em cárcere privado em uma casa. Segundo a polícia, o homem liderava um bonde no bairro e ostentava armas. Os dois namoravam há pouco tempo. A PM informou que o suspeito foi cercado na Rua Carla, por volta das 3h, quando estava saindo da residência com armamento em punho. As guarnições estavam circulando por conta da operação de intensificação. Após liberar a jovem, o suspeito se entregou a polícia e foi conduzido para a Central de Flagrantes. Com ele estavam uma pistola 9mm, uma metralhadora, um caracol e munição. Todo armamento foi apreendido e levado junto ao suspeito.

17/04 – Um morador foi feito refém por dois suspeitos. Um trio foi flagrado na região do Final de Linha de Tancredo Neves pelas equipes da Operação Intensificação. Um suspeito acabou morrendo durante a troca de tiros com a polícia e os outros dois invadiram uma casa, fazendo um morador refém. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociou com os sequestrados por quase duas horas. A dupla se entregou no início da noite e foi levada para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

18/04 – Após uma perseguição e troca de tiros com a polícia, bandidos fugiram em direção à comunidade da Aldeia. Lá, quatro suspeitos invadiram uma casa onde mantiveram um jovem refém com uma arma apontada para sua cabeça. Os criminosos teriam ameaçado os policiais com uma granada e chegaram a botar um botijão de gás na entrada da casa. Os criminosos ainda fizeram uma transmissão ao vivo nas redes sociais. O jovem foi liberado, por volta das 20h, sem ferimentos. Quatro suspeitos foram presos.

18/04 – Na mesma comunidade da Aldeia, em outra casa, uma gestante também ficou sob a mira dos bandidos.  Após cerca de quatro horas de negociação, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) conseguiram liberar a mulher e prender mais quatro criminosos. Segundo a TV Bahia, ela está no oitavo mês e tem 24 anos. A SSP também confirmou que a gestante não sofreu ferimentos.

Correio/BA, 19/04/2023
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + um =

Botão Voltar ao topo