BRASILECONOMIANOTÍCIAS

Sem consenso no Senado, votação da PEC Emergencial é adiada para a próxima terça-feira

em consenso e em meio a pressões de vários partidos, a PEC Emergencial, continua na pauta da sessão desta tarde no Senado, mas apenas para que a discussão tenha início.

“Hoje [o texto] vai ser lido para que na terça ele possa ser votado”, informou o relator, senador Márcio Bittar (MDB-AC), segundo a Agência Brasil.

A PEC Emergencial cria mecanismos de ajuste fiscal para União, estados e municípios. Um ponto controverso do debate está no trecho da proposta que acaba com os mínimos constitucionais para gastos com saúde e educação, o que gerou reação entre parlamentares e organizações da sociedade civil.

O impasse deve atrasar a retomada do pagamento do auxílio emergencial. O projeto é de que até R$ 250 fossem pagos de março a julho, mas depende da aprovação da PEC.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Metro1, 25/02/2021

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − vinte =

Botão Voltar ao topo