BRASILNOTÍCIASPOLÍTICA

Wilson Witzel (PSC), compara impeachment ao Estado Islâmico: “É revoltante”

O agora ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), se manifestou oficialmente após sofrer o impeachment por decisão do Tribunal Especial Misto (TEM), nesta sexta-feira (30). Ele disse que o resultado foi “revoltante” e comparou o colegiado ao grupo terrorista Estado Islâmico.

“É revoltante o resultado do processo de impeachment! A norma processual e a técnica nunca estiveram presentes. Não fui submetido a um Tribunal de um Estado de Direito, mas sim a um Tribunal Inquisitório. Com direito a um carrasco nos moldes do estado islâmico, que não mostrou o rosto”, escreveu, no Twitter, no início da noite.

“O delator que escondia 10 milhões no colchão virou herói neste Tribunal, e a única prova para o GOLPE! Todo Tribunal Inquisitório é unânime. Hoje não sou eu que sou cassado, é o Estado Democrático de Direito!”, completou.

O TEM é formado por desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Witzel é investigado por crime de responsabilidade e corrupção na condução da pandemia de Covid. A acusação afirma que havia uma caixinha de propina paga por Organizações Sociais (OSs).

O atual vice-governador, Cláudio Castro, que estava no cargo interinamente, assume agora também assume o Palácio Guanabara definitivamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: BNews, 30/04/2021

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 9 =

Botão Voltar ao topo